Fonte: OpenWeather

    Vida sexual


    Conheça os estimulantes sexuais naturais da Amazônia

    Plantas e raízes extraídas da maior floresta tropical do mundo podem ser fortes aliadas para ajudar quem sofre de disfunção erétil

     

    Existem ervas da Amazônia que agem diretamente no sistema nervoso
    Existem ervas da Amazônia que agem diretamente no sistema nervoso | Foto: Reprodução

    MANAUS (AM) - Que a Floresta Amazônica desempenha um papel imprescindível na manutenção de serviços ecológicos do planeta todos sabem. No entanto, algumas plantas e raízes extraídas da maior floresta tropical do mundo também podem ser fortes aliadas como estimulante sexual. 

    Juan Revilla, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), explica que algumas espécies de plantas e ervas se completam, e agem  como um terapêutico no corpo humano.

    "

    Quando esses ingredientes naturais são combinados, utilizados em conjunto, algumas raízes da Amazônia possuem a capacidade de agir diretamente no sistema nervoso, promovendo uma concentração de energias "

    , diz.

     

    Guaraná

     

    Guaraná junto com o amendoim ajudam os músculos do sistema circulatório a funcionarem
    Guaraná junto com o amendoim ajudam os músculos do sistema circulatório a funcionarem | Foto: Divulgação

    Revilla, que também é doutor em Botânica, afirma que o que existe é um equilíbrio, caracterizado pela queda da ansiedade e da depressão, ao mesmo passo que o sexo é a concentração de energias. "Por exemplo, quando você tem suplementos como amendoim e o guaraná, que ajudam os músculos do sistema circulatório a funcionarem, o resultado é que eles funcionam como um energético bem satisfatório", explica. 

    Mirantã

    Um dos viagras naturais mais populares na Amazônia é o mirantã, que melhora a circulação sanguínea e trata disfunções sexuais, além de aumentar o libido e combater o estresse e a fadiga. 

    A planta medicinal costuma ser consumida com outros ingredientes como aveia, leite, amendoim, castanha, abacate, guaraná, dando origem a uma bebida conhecida como "Turbinado". O próprio guaraná, inclusive, tem o poder de melhorar a capacidade física e o esforço por meio da mediação com os neurotransmissores adrenalina e dopamina.


    Maca Peruana, gengibre e o amendoim são outras substâncias apontadas como eficazes para o estímulo sexual.

    Efeito nulo

    Apesar dos benefícios, o urologistas Sérgio Levy explica que não há justificativa para jovens que não possuem nenhum problema de disfunção erétil consumirem as substâncias. 

    “Se a pessoa for saudável e tomar o medicamento, não surtirá efeito algum. O efeito que essas ervas fariam no corpo seria semelhante ao de ingerir copo de água, ou seja, nenhum. Lembrando que qualquer pessoa, aquelas que realmente precisem, deve realizar uma consulta médica antes de decidir fazer o uso desses estimulantes”, explica o urologista Sérgio Levy.

    Jambu no mercado erótico

    Com o efeito sensorial analgésico e anestésico,  o jambu também está sendo explorado pelo mercado erótico. Segundo a sexóloga Neyla Siqueira os produtos com a planta quando entra em contato com a mucosa e a língua, sente-se um efeito parecido com formigamento ou dormência. Esse efeito sensorial se espalha pela boca e pode ser maior ou menor dependendo da concentração da planta no produto.  

    “Assim como a gente tem a sensação de dormência e formigamento na boca ao tomar tacacá com jambu por exemplo, ou pato no tucupi que também usa jambu, ela também gera essa mesma sensação nas outras mucosas do corpo. Então a indústria pensou: 'por que não utilizá-la com o intuito sexual? E foi assim que surgiram os vibradores líquidos", destaca.

    Leia mais

    Especialistas explicam os motivos que causam a 'broxada' entre jovens

    Plasma fracionado, alta tecnologia para o antienvelhecimento

    Sexo no primeiro encontro? Mulheres opinam sobre a prática