Fonte: OpenWeather

    Saúde feminina


    Candidíase de repetição: o que é e como se prevenir

    De acordo com ginecologista ouvido pelo EM TEMPO, o problema é considerado a segunda vaginite mais frequente

    O médico destaca que neste ano, devido à pandemia, está sendo uma queixa muito recorrente | Foto: Reprodução

    MANAUS - A candidíase é uma infecção fúngica que afeta a grande maioria das mulheres e pode ser bastante incômoda, entre seus sintomas podemos citar: ardência, vermelhidão, corrimento que parece um leite talhado, odores e aquela coceira que muitas vezes é insuportável.

    De acordo com ginecologista ouvido pelo EM TEMPO, o problema é considerado a segunda vaginite mais frequente. Acomete cerca de 75% das mulheres em idade reprodutiva. Estima-se que cerca de 150 milhões de mulheres em todo o mundo são afetadas pela candidíase vulvovaginal. Podemos dizer que é de repetição quando ela acontece em quatro ou mais episódios sintomáticos durante um ano.

    "

    A candidíase Vaginal Recorrente é o tipo de infecção que é definida quando a mulher apresenta os sintomas por quatro ou mais vezes em um ano. Moramos em Manaus, uma cidade quente e úmida, onde a maioria das mulheres usa calça jeans, calcinha de lycra e mais protetor de calcinha todos os dias para ir trabalhar e quando chega em casa ainda dorme de calcinha "

    Thiago Gester, ginecologista

     

    O médico destaca que neste ano, devido à pandemia, está sendo uma queixa muito recorrente no consultório, porque o estresse e a ansiedade são fatores que podem desencadear a candidíase. 

    Gester revela que  o principal fator associado a candidíase de repetição é a predisposição genética, ou seja, está relacionado a imunidade celular.

    Dicas do ginecologista

    O tratamento precisa passar por várias esferas: a primeira é a mudança de hábito de vida e da alimentação, ou seja, comer bem, com poucos carboidratos, dormir bem, conseguir reduzir a ansiedade e o estresse, e manter-se hidratado. O consumo de fibras, uso de suplementos antioxidantes e probióticos também auxiliam muito para evitar a recorrência da candidíase e melhoram a imunidade.

    Existem fatores que contribuem diretamente para essa recorrência:

    -Baixa de imunidade

    - Uso de Anticoncepcional

    - Consumo de açúcar

    - Uso de ducha vaginal

    - Uso crônico de sabonetes íntimos

    - Doenças intestinais

    -Gravidez

    -Esperma mais de 15 min dentro da vagina

    - Sexo oral ( saliva )

    - Uso crônico de lenços umedecidos

    - Dormir de calcinha

    - Privação de sono

    -Estresse

    Evite

    O médico recomenda evitar automedicação. "Vocês podem estar contribuindo para uma resistência fúngica. Nem sempre coceira é sinal de candidíase".

    Previna o problema

    - Evite roupas abafadas e a utilização de protetores diários;

    - Evite a realização de duchas vaginais, fazendo isso você tira a proteção natural da vagina.

    - Utilize sabonete íntimo apenas por fora, nada de passar sabonete do lado de dentro isso faz a candidíase voltar;

    - Não esqueça dos hábitos de vida saudável.

    Leia Mais

    Sente dor na relação sexual? descubra quais são as causas