Fonte: OpenWeather

    Dia Mundial da Água


    Tecnologia promove melhorias para preservar o meio ambiente

    Na Honda, toda a água utilizada nos processos de produção, refeitórios e sanitários é direcionada a ETE

    Na fábrica de motocicletas, a água da chuva é reutilizada nos banheiros gerando uma economia média de 800 mil litros/mês | Foto: Divulgação

    MANAUS -  No dia 22 de março é celebrado o Dia Mundial da Água. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1922 com o propósito de alertar a população do mundo sobre a necessidade de preservar esta fonte de vida do planeta Terra.

    A preocupação com os recursos hídricos é evidenciada por grandes marcas no mundo, que buscam na tecnologia, formas de conter a contaminação e cada vez mais reutilizar o líquido, uma vez que a água está presente em quase todos os momentos de nossa vida, seja para higiene pessoal, consumo, preparo de alimentos, transporte, ou ainda gerar energia e produção.

    No Polo Industrial de Manaus a Moto Honda da Amazônia, no Dia Mundial da Água, comemora também 20 anos da Instalação da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), a maior e mais moderna do grupo na América Latina. A Estação possui capacidade de tratamento de 75 milhões de litros ao mês, que equivale em média o consumo de uma cidade com população de até 30 mil habitantes, como exemplo, o município de Codajás , no interior do Amazonas.

    Toda a água utilizada nos processos de produção, refeitórios e sanitários é direcionada a ETE, que passa por um rigoroso processo bioquímico de purificação antes de ser devolvida ao meio ambiente.

    Nesse processo de tratamento, os elementos químicos da água são separados, seguindo para o tanque de tratamento biológico e se juntam ao lodo ativado, que é resultante do tratamento para a destruição de poluentes orgânicos.

    Em seguida, a água que passou pelo processo de desinfecção é direcionada para a lagoa de estabilização. Parte do efluente final tratado é reutilizada na irrigação de jardins, nos processos industriais de limpeza de peças e limpeza da própria ETE. A outra parte é devolvida para a natureza, contribuindo com a preservação do ecossistema de igarapés.

    Ações para preservação

    No Amazonas, a empresa japonesa realiza várias ações, que contribuem com a preservação do meio ambiente, como a proteção de nascentes de água doce e espécies nativas da fauna e flora ameaçadas de extinção. Esse trabalho é desenvolvido no Projeto Agrícola, localizado no município de Rio Preto da Eva e mantém uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) na área urbana de Manaus.

    Já na fábrica de motocicletas, a água da chuva é reutilizada nos banheiros gerando uma economia média de 800 mil litros/mês, que em volume, equivale em média o consumo diário de 230 pessoas.

    Os lavatórios da empresa contam com torneiras de fechamento automático e redutores de vazão da água que contribuem para a redução de cerca de 70% do consumo. Além disso, a água do processo de geração de ar comprimido é coletada em uma cisterna e reaproveitada na refrigeração de processos produtivos, gerando uma economia de cerca de 700 mil litros ao ano.

    *Com informações da Assessoria

    Leia Mais

    Estudo mostra como melhorar conectividade em áreas remotas da Amazônia