Fonte: OpenWeather

    Tentativa de Estupro


    Mulher é atacada e escapa de ser estuprada no Adrianópolis

    O suspeito usou uma faca para ameaçar a vítima e vestia várias roupas (uma por cima da outra) para não ser reconhecido

    O homem usava diversas roupas para dificultar o reconhecimento pela vítima ou pela polícia | Foto: Suyanne Lima

    O homem usava diversas roupas para dificultar o reconhecimento pela vítima ou pela polícia
    O homem usava diversas roupas para dificultar o reconhecimento pela vítima ou pela polícia | Foto: Suyanne Lima


    Manaus - Davis de Lima Giebe, de 31 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (11), por volta das 8h, na avenida Jornalista Humberto Calderaro, no bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul de Manaus. Ele tentou estuprar uma mulher de 45 anos em um terreno baldio. O suspeito utilizou uma arma branca para ameaçar a vítima. 

    De acordo com o delegado Henrique Brasil, titular do 23° Distrito Integrado de Polícia (DIP), a mulher estava passando nas proximidades de um terreno baldio, que fica entre dois condomínios residenciais, quando o suspeito saiu do mato e apontou uma faca para ela. Ele ordenou que ela entrasse no terreno e ameaçou estrupá-la.

    "Assim que ele apontou a faca, a mulher começou a correr em meio aos carros daquela movimentada via. Ela nos contou que preferia morrer atropelada do que ser estuprada. Logo em seguida, nós fomos acionados e passamos a fazer buscas pelo suspeito. Ele foi localizado embaixo de uma ponte das proximidades", explicou o delegado. 

    O titular do 23° DIP destacou que o suspeito estava vestindo várias roupas com intuito de dificultar o reconhecimento. Ele, inclusive, já estava com outra roupa diferente da usada na tentativa de estupro. A faca também foi apreendida.

    "O que podemos notar é que se trata aparentemente de uma pessoa em situação de rua. Ele não parecia estar drogado, mas poderia ter consumido entorpecentes na noite anterior. Ele estava com, pelo menos, cinco camisas e quatro shorts.  Isso dificulta até o reconhecimento dele. Inicialmente, ele negou o fato, mas depois decidiu ficar calado", relatou a autoridade. 

    Davis já foi preso por tráfico de drogas e roubo, sendo condenado em dois processos. Ele recebeu voz de prisão em flagrante por tentativa de estupro e será levado para audiência de custódia, onde ficará à disposição da Justiça.