Fonte: OpenWeather

    Ação Policial


    Rocam será investigada após morte de cinco membros do CV em Manaus

    A equipe policial recebeu denúncia informando que membros do Comando Vermelho realizariam um ataque contra um território do tráfico de drogas pertencente à Família do Norte (FDN) e neutralizou a ação dos criminosos

    Viatura da Rocam foi alvejada no confronto
    Viatura da Rocam foi alvejada no confronto | Foto: Divulgação

    Manaus - Em um pronunciamento divulgado à imprensa na tarde deste sábado (18) o chefe de Estado Maior, coronel Ronaldo Negreiros, afirmou que a ação das equipes das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), que resultou nas mortes de cinco membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV), será investigada. 

    A Rocam recebeu denúncia informando que membros do CV realizariam um ataque contra um território do tráfico de drogas pertencente a Família do Norte (FDN). O ataque aconteceria no beco da Bomba, bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul.

    “A ação da Rocam será investigada, para verificar se foi realizada conforme o protocolo, se está de acordo com a lei, mas digo que os policiais militares realizaram a neutralização dos criminosos e salvaguardaram vidas nesse momento”, disse o coronel.

    Armas, munições e colete balístico apreendidos após a ocorrência
    Armas, munições e colete balístico apreendidos após a ocorrência | Foto: Divulgação

    O caso

    Os suspeitos utilizaram um veículo roubado para cometer o crime. Durante a abordagem, os suspeitos realizaram diversos disparos contra a viatura da Rocam, aos quais os policiais reagiram. Cinco homens que estavam no veículo morreram após o confronto. Com eles, foram encontradas cinco armas de fogo.

    Ainda segundo o coronel, a denúncia foi recebida e repassada pelo centro de operações da polícia. “A Rocam é uma tropa preparada. Eles já têm o tino policial de saber como atuar. Havia um grupo de suspeitos que estava se deslocando para confrontar um outro grupo, para tomar o território de rivais. Como forma de prevenção, o Estado conseguiu agir e retirar armas de circulação”, afirmou ele.

    Identificação dos mortos

    Até a tarde deste sábado (18) quatro dos cinco mortos foram identificados. São eles: Alberone da Silva Rodrigues, de 23 anos; Derick Silva da Silva, de 15 anos; Franc Danilo Pereira da Silva, de 29 anos, e Marllon Cristian dos Santos Bezerra, 28 anos.

    *Com informações da assessoria