Fonte: OpenWeather

    Assaltos a ônibus


    Insegurança: Manaus já registra 1.500 assaltos a ônibus este ano

    A linha 560 é a linha de ônibus mais assaltada de Manaus. Só este ano, sofreu 80 ações de bandidos.

    A equipe de reportagem da TV Em Tempo acompanhou a rota do coletivo 560, uma das mais longas da cidade | Autor: TV Em Tempo

    Manaus - Só em 2018, mais de 1.500 assaltos a ônibus foram registrados na capital amazonense, segundo o sindicato das empresas de transporte coletivo de manaus (Sinetram). Usuários e trabalhadores estão temerosos com a onda de violência.

    Quem trabalha no transporte público de Manaus convive diariamente com a criminalidade. É difícil encontrar quem ainda não tenha sido assaltado dentro de um ônibus. O motorista, Júnior Nascimento relata que já foi assaltado sete vezes.

    Em 2017, segundo a secretaria de segurança pública, foram 3.800 ocorrências em  uma situação que causa prejuízo financeiro e tira vidas na cidade.

    De acordo com o diretor jurídico do Sinetram, Fernando Borges, a última morte no transporte coletivo em Manaus, aconteceu na entrada do bairro Cidade Nova, no último dia 14 de junho. O motorista Francisco Araújo, de 51 anos, foi baleado durante um assalto na linha 450.

    Linha mais assaltada

    A linha 560 é a mais assaltada de Manaus, segundo o órgão. Só este ano, ela sofreu oitenta ações de bandidos.

    A equipe de reportagem da TV Em Tempo, acompanhou a rota do coletivo 560, uma das mais longas da cidade. São 71 quilômetros de viagem. O ônibus sai do Terminal 4, no bairro Jorge Teixeira, passa pelo Nova Cidade e Santa Etelvina, na Zona Norte, e segue pela avenida Torquato Tapajós até o Centro da cidade.

    A cobradora Jaqueline Mendes é uma das poucas trabalhadoras da linha 650 que nunca foi assaltada. O passageiro Antônio apanhou o ônibus há um ano e também relatou nunca ter sido assaltado.

    Aplicativo 'Aviso Polícia'
    Aplicativo 'Aviso Polícia' | Foto: Reprodução/TV Em Tempo

    O governo do Amazonas tentou coibir os crimes nos coletivos, com soluções tecnológicas. Em abril, lançou o aplicativo 'Aviso Polícia' para ser usado como um botão do pânico. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) garante que a tecnologia já foi usada mais de mil vezes, mas nas ruas, ninguém conhece o App, conforme confirma a própria população em entrevistas.

    Enquanto isso, trabalhadores do transporte coletivo e os próprios passageiros continuam com a vida em risco. 

    Publicação e Edição web:  Ítala Lima

    Leia mais: 

    Motorista do 450 é morto a tiros durante assalto na Max Teixeira

    Motorista e passageiro ficam feridos no assalto a linha 443, em Manaus

    Assaltos em ônibus e paradas assustam usuários do transporte coletivo

    Em menos de 2 minutos, ônibus é assaltado duas vezes em Manaus