Fonte: OpenWeather

    Polêmica


    Robinho revela perseguição da Globo igual Bolsonaro: "TV do demônio"

    Robinho se diz perseguido pela Globo como Bolsonaro e diz que vai marcar gol em homenagem a presidente

    Robinho afirma que está tranquilo e que sabe que Deus o está preparando para algo maior | Foto: Reprodução

    Manaus - Após o escândalo causado pela repercussão da exposição de suas falas no processo em que foi condenado por estupro na Itália, Robinho diz que ''o bem sempre vence", em áudios divulgados nas redes sociais, nesta sexta-feira (16). 

    No material, o jogador afirma que está em paz e se compara ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ao relembrar que o presidente também sofreu duras críticas de adversários.

    "Você viu o que fizeram com o Bolsonaro antes da eleição? O ataque que fizeram ao cara? Falando que o Bolsonaro era isso e aquilo? Que o Bolsonaro era racista, fascista, que era assassino? E quanto mais eles batiam no Bolsonaro, mais ele crescia. Então estou em paz mesmo, de coração. Não estou preocupado com eles”, fala Robinho.

    A advogada do atacante, Marisa Alija, confirmou que as mensagens de voz eram dele. Ainda no áudio, Robinho afirma que está tranquilo e que sabe que Deus o está preparando para algo maior.

    "Eu estou em paz. Deus vai dar a vitória. Que se cumpra o propósito de Deus na minha vida. Meter gol neles, tamo junto. Vou meter uma camisa quando fizer gol: ‘Globo lixo, Bolsonaro tem razão’”, completa Robinho. O clube em que ele estava jogando, Santos, suspendeu o contrato após grande repercussão negativa do caso de estupro envolvendo o jogador.

    É possível ouvir ainda Robinho xingando a emissora Globo, e chega a completar "a TV Globo é uma emissora do demônio". A revolta é porque a emissora foi responsável por produzir uma matéria expondo áudios em que o jogador comenta sobre o crime.

    Leia mais

    Robinho reclama: "Infelizmente, existe esse movimento feminista"

    Patrocinadores cobram desistência do contrato de Robinho

    Após polêmica de estupros, Robinho e Santos suspendem contrato