Fonte: OpenWeather

    Emprego


    Especialistas dão dicas para conseguir um emprego usando rede social

    Professora Edcleia Silva ensina como fazer um bom currículo e o consultor Cristiano Santos explica como criar um perfil competitivo no Linkedin

    Manaus - Segundo dados do IBGE, Manaus terminou 2017 com mais de 200 mil pessoas desempregadas. Muitas ainda lutam para se recolocar no mercado de trabalho. Porém, sempre surge algumas perguntas: o que é preciso fazer para conseguir esse novo emprego? Um bom currículo? Melhorar minha rede social? Fomos atrás dessas respostas com quem entende do assunto.

    Convidamos para uma Live a professora e doutoranda Edcleia Silva, que é especialista em recrutamento; e o jornalista, professor e consultor de mídias sociais Cristiano Santos, que também é o criador do grupo ‘Linkedin Brasil de A a Z’ para ensinar como fazer um bom currículo e um perfil de sucesso na rede social.

    Currículo

    Segundo Edcleia, o currículo precisa atender as normas da ABNT e ser um resumo das principais experiências profissionais do candidato. “Ele deve sempre começar com o nome do candidato sempre em letras maiúsculas, negritadas e fonte ou Arial ou Times News Roman. Nada de colocar o nome currículo no início”, explica.

    Além disso, o candidato deve colocar o e-mail e, se tiver, o endereço de sua principal rede social, como o Linkedin, por exemplo. “Todo recrutador procura logo ir na rede social para analisar o perfil desse candidato. Por isso, é muito importante que a foto da rede social seja condizente. Não adianta ele estar procurando emprego se a foto do perfil está de biquíni ou algo similar”, lembra a professora.

    O candidato não pode esquecer de colocar o número de contato e seu endereço. Não é necessário colocar os números de documentos pessoais e, na descrição da formação é muito importante colocar só a atual ou a que está em curso. Além disso, na lista dos últimos empregadores é necessário destacar apenas os principais e que sejam relativos a vaga pleiteada. “Não adianta colocar formação primária, secundária. Não adianta colocar a lista completa dos últimos empregos. E não esqueça: se estiver fazendo parte de algum trabalho social coloque isso no currículo. Hoje isso é levado muito em consideração”, afirmou Silva.

    Um bom currículo também deve conter informações verdadeiras. Tudo isso precisa estar condensado em poucas páginas. Soma-se a isso uma boa apresentação pessoal na hora da entrevista.


    LinkedIn

    Uma rede social ajuda muito o candidato na divulgação de suas aptidões profissionais e, as empresas, a recrutar perfis cada vez mais alinhado com o perfil da vaga. Por isso, Cristiano Santos reforça que é importante ter um perfil sempre atualizado, inclusive no LinkedIn, principal rede social utilizada para fins profissionais. “Assim como se tira um tempo para atualizar as outras redes sociais, como se faz como Facebook ou Instagram”, reforça.

    Outra dica importante é o uso correto das palavras chaves no perfil. Isso pode aumentar suas oportunidades. “Visite perfis de profissionais de sua área e veja como elas estão preenchendo o perfil delas, depois pesquise na área de empregos do LinkedIn as vagas da sua área e veja o que as empresas estão pedindo nos requisitos. Através do que pedem, se você tiver aquela habilidade necessária, então use-a no seu perfil. Além disso, a visibilidade pode ser aumentada numa somatória de adição de novos amigos, como atualização diária de publicações e postagens de conteúdos próprios ou de terceiros para gerar uma discussão e comentários. Isso gera mais visibilidade", explica Santos.

    Segundo Cristiano, outra maneira de saber se sua visibilidade está boa na rede é acessando o endereço linkedin.com/sales/ssi. “Essa ferramenta vai mostrar como está sua atuação na rede, inclusive com sugestões de como melhorar a visibilidade”, ensina.

    Além dessas dicas, o vídeo abaixo traz a entrevista completa com os dois especialistas. Lá eles dão outras dicas tanto sobre o LinkedIn quanto de como confeccionar um bom currículo.

    Edição: Lívia Nadjanara