Fonte: OpenWeather

    Denúncia


    Paciente aguarda nove meses para retirada de pinos pós-cirurgia no AM

    Jaime Cesar tem 54 anos e está aguardando pelo sistema do Sisreg para fazer a remoção dos pinos cirúrgicos

    Jaime deu entrada com uma fratura exposta no Hospital Dr. João Lúcio Pereira Machado no dia 4 de janeiro e saiu no dia 21 de janeiro
    Jaime deu entrada com uma fratura exposta no Hospital Dr. João Lúcio Pereira Machado no dia 4 de janeiro e saiu no dia 21 de janeiro | Foto: Arquivo Pessoal

    Manaus- Vítima de um acidente de trânsito em janeiro deste ano, o mototaxista Jaime Cesar Fabelo da Silva, 54 anos, precisou passar por uma cirurgia de urgência na perna direita em janeiro e está com os pinos até agora. Ele e a família procuraram o EM TEMPO a fim de solucionar o problema, visto que já buscaram ajuda por unidades de saúde da rede pública e não conseguiram.

    Jaime deu entrada com uma fratura exposta no Hospital Dr. João Lúcio Pereira Machado no dia 4 de janeiro e saiu no dia 21 de janeiro. As orientações médicas eram que os pinos fossem tirados em no máximo seis meses, porém até este mês não há previsão pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para a remoção do aparelho. O mototaxista conta com o auxílio dos filhos para ajudas financeiras e cuidados médicos. 

    “Depois do acidente, as coisas ficaram muito difíceis para mim. Meu sustento tirava do trabalho de mototaxista. Com o ferro que está na minha perna não tem como eu trabalhar. Graças a Deus os meus filhos me ajudam com alimentos, roupas e kits básicos de higiene. Cada dia complica minha situação. Sem trabalho, parado há quase um ano, dependendo apenas dos outros”, contou.

    Lista de espera

    Jaime  e os filhos tentaram falar com a direção do hospital, mas não obtiveram sucesso. Buscaram ajuda, também em outras unidades de saúde, porém não conseguiram solução. Por fim eles conseguiram entrar em uma lista de espera do Sistema de Regulação (Sisreg) que não estipula uma data para a retirada.

    “A moça que agendou o procedimento de retirada deste ferro, disse que a chamada é por ordem de urgência e que tem 2.900 pessoas na minha frente. Não posso esperar mais tempo, tenho medo desses pinos inflamarem ou necrosarem minha perna. Só quero resolver isso e voltar a trabalhar”, destacou o mototaxista.

    Posicionamento da secretaria

    Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), informou que o pedido de consulta para a avaliação do paciente foi inserido no Sisreg no dia 28 de julho de 2020. A secretaria ressaltou que a realização de consultas, exames e cirurgias obedecem a critério como situação clínica, gravidade do caso e ingresso do paciente no sistema.

    Leia Mais: 

    Família venezuelana procura homem desaparecido em Manaus

    Zonas Centro-Oeste e Norte podem ficar sem água nesta quarta (16)

    Você viu Ester Almeida? Ela desapareceu no bairro São José Operário