Fonte: OpenWeather

    Bloqueio de celular


    Teve o celular roubado em Manaus? Veja como recuperar ou bloqueá-lo

    As orientações para recuperar ou ainda bloquear o aparelho telefônico são da Polícia Civil do Estado do Amazonas

    Todo aparelho tem um imei individual e será útil em caso de roubo | Foto: divulgação

    Manaus - Passar meses pagando as prestações de um celular, que logo em seguida acaba sendo roubado, não é nada fácil. Esta é a realidade de grande parte da população brasileira que convive diariamente com o medo e a violência.

    O servidor público Paulo Farias é mais um brasileiro que entrou para a estatística. Ele teve o aparelho roubado em um ponto de ônibus na Zona Leste de Manaus, enquanto estava a caminho do trabalho. O assaltante armado levou o celular dele, que havia sido comprado no início de fevereiro deste ano.

    Paulo conta que o aparelho foi comprado com o dinheiro das férias, depois de muito sacrifício.  Indignado, o trabalhador procurou recuperar o objeto perdido, porém, sem sucesso.

    “Quando fiz o Boletim de Ocorrência (B.O.), a polícia me pediu a documentação do aparelho, mas eu não tinha. Pediram um Imei, entretanto, eu não sabia nem o que era isso. Precisei pesquisar na internet para entender melhor. A única coisa que eu queria, é que ninguém mais usasse o meu celular”, contou Paulo. Para isso, ele tentou bloqueá-lo.

    Mas, enfim, o que um Imei?

    O International Mobile Equipment Identity (I) é um número de registro do chip de telefone que possui alcance internacional. Dependendo da empresa, a numeração vem em um adesivo do lado de fora da embalagem, ou dentro do certificado de garantia, bem como o manual de instrução. Com essa numeração, ao procurar a delegacia, é possível pedir o bloqueio e, mesmo que o celular não seja encontrado, ninguém mais poderá usá-lo.

    Na pandemia

    Durante a quarentena, a Polícia Civil pede que os roubos e furtos sejam registrados de maneira virtual, para que as vítimas evitem aglomerações nas delegacias. Dessa forma, a população estará cumprindo medidas de prevenção estipuladas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Imei, nota fiscal e comprovante de residência são documentações indispensáveis na hora de registrar um boletim de ocorrência. De acordo com o titular da Delegacia Interativa, delegado André Miura, o primeiro passo é ir à delegacia, ou notificar a ocorrência de maneira virtual.

    “Depois do registro, para agilizar e evitar maiores danos, a própria vítima deve entrar em contato telefônico com a operadora para fazer o bloqueio da linha ou linhas, caso utilize dois ou mais chips. A operadora também pode fazer o bloqueio do telefone por meio do imei associado ao número do telefone, por pedido do próprio usuário”, explicou o delegado.

    Em casos de aparelhos que comportem dois ou três chips serão necessários todos os Imeis para o registro do boletim. Apenas com o registro na polícia, será concretizada a efetivação do bloqueio do chip.

    A Delegacia Interativa (On-line) no Amazonas, disponibiliza um formulário a ser preenchido e encaminhado junto com o boletim de ocorrência. O número do imei do aparelho constará em um banco de dados no sistema da polícia e, caso seja encontrado por meio das informações declaradas no boletim de ocorrência, o proprietário será contatado.

    Leia mais:

    Polícia revira comércios de Manaus atrás de celulares roubados