Fonte: OpenWeather

    Incêndio


    Incêndio atinge residência e vizinhos tentam agredir dono

    Vídeo: O sinistro aconteceu na tarde desta quarta-feira (9) no bairro São Jorge em Manaus. Labaredas estavam tão altas que foram avistadas de outros bairros

    As causas do sinistro ainda não foram divulgadas
    As causas do sinistro ainda não foram divulgadas | Foto: Divulgação/ CBM-AM

    Manaus - Um incêndio de grandes proporções atingiu no final da tarde desta quarta-feira (9), uma residência de madeira na rua São Domingos, bairro São Jorge, zona Oeste de Manaus. Houve confusão no local com moradores que entraram em conflito e quase acontece agressão física contra o proprietário da casa atingida pelo sinistro. Ele teve que sair correndo para fugir do vizinhos. No início do incêndio, todos tiveram que sair das próprias residências para a atuação das equipes de combate ao fogo.

    De acordo com o tenente-coronel Monteiro do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM), ainda não há informações sobre o que causou o sinistro. Segundo ele, não houve vítimas e na casa morava apenas o proprietário do local conhecido como "Chico". 

    Os vizinhos acreditam que o próprio dono do imóvel é o culpado pelas chamas. Já seria a segunda vez que o local pega fogo. Eles denunciam que o homem fazia rotineiramente a queima de materiais inflamáveis e que o incêndio já era uma tragédia anunciada.

    Etelvina perdeu móveis da casa onde mora
    Etelvina perdeu móveis da casa onde mora | Foto: Suyanne Lima

    "Moro na casa ao lado com a minha filha, meu genro e meu neto. Na área de serviço tá tudo destruído, não sobrou nada do quarto da minha filha. É muito triste acordar cedo e perder as coisas em um dia.  Quando eu cheguei, já vi o amigo do seu 'Chico' fazendo fogo. Toda noite os amigos deles fazem isso. Ele odeia os vizinhos e fazia isso para prejudicar todos nós. Eu sabia que um dia iria acontecer", disse a ajudante de cozinha Maria Etelvina Gomes dos Reis, 59 anos. 

    O proprietário do imóvel, identificado como 'Chico' conversou com o EM TEMPO e afirmou que havia saído meia hora antes do incêndio e que acredita que o sinistro foi criminoso. 

    Dono do imóvel
    Dono do imóvel | Foto: Suyanne Lima

    "A culpa de eu estar nessa situação é dos vizinhos. Eles torcia para que meu prédio fosse derrubado. Isso já pegou fogo outra vez e eu nunca fui indenizado. Levantei essa casa com madeira de segunda, sem recurso nenhum. Essa madeira não é nova, é toda reciclada. Isso foi incêndio criminoso, para chegar nesse tanto de chamas. O que mais tem aqui é inveja e perseguição", declarou.

    Uma grande confusão se formou naquela rua e seu Chico e moradores trocaram  ofensas. Ele acabou sendo perseguido e teve de sair correndo do local. Houve a intervenção da Polícia Militar que conteve os ânimos de moradores. 

    "Ele queimava isopor, material velho, tubo velho, tudo que ele tinha pela frente ele queimava aqui. Eu queria era ter os vídeos para provar,  mas qualquer vizinho aqui é testemunha do que acontecia", disse José Eloí Oliveira, que é engenheiro e morador da mesma rua.

    O tenente-coronel deu mais detalhes da ocorrência
    O tenente-coronel deu mais detalhes da ocorrência | Foto: Suyanne Lima

    Ação de combate ao incêndio

    O tenente-coronel Monteiro enfatizou que foram disponibilizados 40 mil litros de água para o combate ao incêndio e que a contagem de litros utilizados serão contabilizadas após os processos de resfriamento e rescaldo do lugar.  Pelo menos três viaturas dos bombeiros estiveram no lugar. 

    | Foto: Divulgação/ CBM-AM

    Quem quiser ajudar a moradora Maria Etelvina com doações de móveis e outros artigos pode entrar em contato pelo número: (92) 992554269. 

    As causas do incêndio devem ser investigadas pela Polícia Civil.

    Assista o momento em que as chamas do incêndio estão altas e assustam moradores

    | Autor:
     


    Leia Mais 

    Acidente com botija de gás deixa ao menos quatro feridos em Manaus

    Supermercado pega fogo no Rio Preto da Eva: veja os vídeos

    Carro pega fogo e trânsito fica lento na avenida Coronel Teixeira